Escrito por Tendenzias

Dicas para escolher um Arquiteto!

Quando se fala em arquiteto, via de regra, acredita-se ser um profissional cujas atribuições resumem- se, apenas, no seu conhecimento da estética. Grave erro, pois os conhecimentos dos bons profissionais vão muito além disto.

A arquitetura é uma profissão complexa e se desenvolve em diversas áreas como magistério, consultoria, perícias e na execução de obras. O arquiteto, além do projeto de arquitetura, esta apto a elaborar e/ou coordenar, também, os de instalação elétrica, hidráulica, esgoto, gás, cálculo estrutural, paisagísmo além de ser responsável legal pela execução da obra, entendendo-se como de sua responsabilidade as sanções penais, no caso de qualquer sinistro, o cumprimento de todas as exigências legais, o perfeito funcionamento das instalações e a solidez da obra por um período de até cinco anos após a sua conclusão o que é determinado pelo código civil.

Aliás, o profissional mais indicado para assumir a responsabilidade pela execução da obra é o próprio autor do projeto pois, conhece a fundo, todas as suas particularidades.No caso de uma obra não possuir um profissional responsável pela sua execução, que tanto pode ser um engenheiro civil como um arquiteto, todas as sanções penais recairão sobre o proprietário que, inclusive, responderá, criminalmente, pelo exercício ilegal da profissão. Se iludem aqueles que acreditam que será o pedreiro responsável por estas situações.

Em última análise, seria uma grande, digamos, imprudência confiar o investimento de um razoável capital, na elaboração de um projeto e na sua execução, a pessoas sem experiência, qualificação e responsabilidade legal.Se, ainda assim, lhe restar alguma dúvida compare as vantagens que adviriam com a contratação de um profissional competente em relação ao seu custo no valor total da obra.Quando pensar ou precisar contratar os serviços de um arquiteto, é importante ter consciência que, como em todas as profissões, existem os bons e maus profissionais, portanto, alguns aspectos devem ser observados para evitarem-se surpresas:

  • Nunca escolha o profissional pelo valor mais baixo dos seus honorários pois, certamente, eles serão proporcionais a sua experiência e competência. Existe a tabela do Sindicato dos Arquitetos que rege esses honorários;
  • Procure saber como o arquiteto desenvolve seu trabalho e conhecer sua vida profissional. Os bons arquitetos costumam fornecer seus currícula;
  • Obtenha informações de seus trabalhos já realizados;
  • Saiba quais os serviços que este profissional pode lhe oferecer, lembre-se que para executar a obra são necessários e, na maioria das vezes, obrigatórios, além da aprovação do projeto de arquitetura, os projetos de instalações prediais (gás, esgoto, etc.). Os bons profissionais oferecem todos os serviços necessários, não só à aprovação do projeto como à sua execução;
  • Pergunte quais as necessidades legais para a aprovação do projeto e a execução da obra e quais as responsabilidades que serão assumidas pelo profissional;
  • Nunca contrate um serviço sem que seja firmado um contrato no qual deverá constar, claro e minuciosamente, tudo que se relacione ao seu propósito de forma a não ocasionar nenhuma dúvida futura;
  • Mantenha um diálogo franco, não omita nenhuma informação e faça questão de participar diretamente do projeto dê sugestões, expresse sua opinião, lembre-se que é mais fácil fazer alterações no papel do que modificar a obra quando esta estiver em execução. Lembre-se que o projeto deve atender as suas necessidades e não as do arquiteto;
  • Veja a possibilidade do arquiteto lhe fornecer, no mínimo, um estudo volumétrico para ter um melhor entendimento do projeto.

Conheça outros de nossos Blogs http://carros10.com/

Lo más interesante
Top 6
artículos
Síguenos